Follow by Email

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Se as meninas tivessem um pinto por um dia:

O amor :P

“— Lucas da Silva, vem aqui.
— Não tenho da Silva no nome, Babi.
Ela ri. — Eu sei, mas vem aqui do mesmo jeito.
— O que quer?
— Tô doente, amor.
— E o quê devo fazer, não sou médico. — Ele ri.
— Sério, tô doente.
— Então se arruma.
— Pra quê?
— Pet Shop só tem vaga daqui a pouco. — Ele a encara rindo.
— Cala a boca, idiota. — Ela ri.
Ele liga a televisão enquanto ela vai pegar um cobertor.
— Chega pro lado.
Ela deita junto á ele no sofá. Ele a segura, a esquenta e enrosca seu pé junto ao dela.
— Melhorou?
— Um pouquinho, tá faltando uma sopa.
— Entendi.
— Lucas, era para você se oferecer pra fazer.
— Eu? — Ele finge uma risada. — Tenho cara de cozinheiro?
— Para de ser babaca, faz amor. Só hoje.
Ele levanta irritado. — Olha só, eu vou fazer e se ficar ruim você vai comer tudo, tá me ouvindo? Tudo, sem reclamar e vai dizer que tá bom. Entendeu?
— Eu não, se tiver ruim você vai fazer outra, simples.
— Simples? Bárbara, vai lavar uma louça.
— Tô doente, não posso fazer nada.
— Tá doente e ainda continua chata, como pode?
— Lucas, vai logo.
Ele vai até a cozinha, se passa cinco minutos e ela se levanta do sofá e vai em direção á cozinha. Ela o encontra sentado no chão, lendo um rótulo de macarrão em que se ensinava fazer sopa. Ela começa a rir.
— Tá rindo do quê?
— Nada, amor. É só engraçado te ver sentado ai.
— Culpa sua, idiota.
— Minha?
— Claro, além de eu sair da minha casa pra cuidar de você, tu ainda me faz de empregado.
— Ai, coitadinho do meu Luc.
— Não vem com Luc não, porque tô irritado.
Ela começa a rir. Se encosta na porta e devagar se abaixa até sentar ao lado dele.
E sussurrando ela diz. — Quer ajuda?
Ele a olha. — Ajuda sua? Sempre.
Ela sorri. — Então deixa eu te avisar que esse macarrão ai, é feito para fazer lasanha e não sopa.
Ele começa a rir. — Ah velho, leva em consideração que tô fazendo pra você.
Ela continua a rir.
— Babi.
— Oi amor.
— Serve miojo? ”
— Tua-Idiota. — Vai para a cozinha amor, prepara sopa, tô doente.

Sabe aquela mulher que não se importa com ninguém? Um dia ela se importou demais.

domingo, 15 de julho de 2012

Perdi o foco, não o objetivo.

Tumblr_lfphefgm2t1qcvbh9o1_500_large
6474168333_4458bf9eb7_b_large
 Enquanto não encerramos um capítulo, não podemos partir para o próximo. Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora, soltar, desprender-se. As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

sábado, 14 de julho de 2012

392705_218506821563617_2048661516_n_large
  As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui para satisfazer as delas. Temos que nos bastar, nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém. As pessoas não se precisam, elas se completam, não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Um menino entrou numa loja de animais de estimação. Examinou cada filhote. Levantou cada um, examinou-o e colocou-o de volta na caixa. Depois de alguns minutos, ele disse ao dono da loja: "Escolhi um. Quanto custa?". O homem disse o preço e o garoto prometeu voltar em alguns dias com o dinheiro. "Não demore muito", advertiu o homem. "Cachorrinhos assim vendem rapidamente." O menino se virou, sorrindo com ar entendido. "Não estou preocupado, o meu vai esperar por mim", - replicou. O menino resolveu trabalhar - cortando grama, lavando janelas, limpando quintais. Trabalhou bastante e economizou o dinheiro. Quando tinha o suficiente para comprar o cãozinho, voltou à loja. Aproximou-se do balcão e tirou do bolso um maço de notas. O dono contou as notas e depois de verificar o total, sorriu para o menino e disse: "Está bem, filho, vá buscar seu cãozinho." O menino enfiou a mão no fundo da caixa e tirou um cachorrinho magro, aleijado de uma perna. Quando saía, o dono o fez parar. "Não leve esse", recomendou. "É aleijado. Não pode brincar. Nunca vai correr com você. Não sabe ir buscar as coisas. Pegue um dos sadios." "Não, obrigado senhor", respondeu o menino. "Esse é exatamente o cachorrinho que eu estava procurando." Quando o menino se virou para ir embora, o dono da loja ia falar mas ficou calado. De repente ele compreendeu, pois na barra da calça do menino via-se um aparelho - uma prótese para sua perna aleijada. Porque o menino queria o cão? Porque sabia como ele se sentia. E sabia que era muito especial.
 
 

Saudade é amar um passado que ainda não passou. É recusar um presente que nos machuca. É não ver o futuro que nos convida.

Tumblr_lw9vlythco1qfy75no1_500_large
 Eu e você” não combina com abraços e amasso, nem com beijos e serenatas, muito menos com clichê romântico. Não espero de nós dois uma história linda de amor, com pássaros cantando, mimos e um final feliz. Sinceramente, isso não combina nem um pouco com “Eu e você”. Eu gosto mesmo é desse nosso jeito, despreocupado com o que vai vir. Nosso quarto bagunçado, nossas brigas de ciume, nossa geladeira lotada de porcaria, você andando pelado pela casa e eu brigando pelo fato de a qualquer momento poder chegar visita. Você sempre me irritando e sempre me fazendo rir quando tento ficar séria. Nossas partidas de truco, vídeo-game e até futebol. Nosso final de semana assistindo jogo, e sempre, meu time contra o seu, você me irritando dizendo que seu time é o melhor, e que sou sofredora. Você é tão eu, e eu sou tão você. Quem vê, diz que somos apenas melhores amigos, pois namorados não se tratam assim. Mas não, é só o nosso jeito de amar, nosso jeito torto, estranho, diferente, mas verdadeiro.

Apresentando...

Tumblr_m5s4b2yidp1qjsn5wo1_500_large

Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: Não tenho medo de vivê-la

Favim.com-2184_large

A felicidade ''no memento'' está nas minhas loucuras, nas minhas amizades.

Somos donos dos nossos atos, mas não somos donos dos nossos sentimentos. Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos. Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos… Atos são pássaros engaiolados; sentimentos são pássaros em voo.

Menino-carinha-fofa_large

Talvez eu até esteja errada, mas que se dane. Se uma pessoa não tem paciência nem pra conquistar minha confiança e afastar meus medos, o que eu posso esperar então? Sou quebra-cabeça de 500 mil peças, quem não tiver capacidade, tenta um jogo mais fácil. Eu supero e agradeço.

373800_335648053113281_216909251653829_1413644_1158476751_n_large

A vida humana é feita de escolhas. Sim ou não. Entrar ou sair. Subir ou descer. Mas também há as escolhas que fazem a diferença. Amar ou odiar. Ser um herói ou um covarde. Lutar ou desistir. Viver… ou morrer.

Algumas pessoas vivem em um hospício pessoal.

Tumblr_lsb3ijjnf51ql2pqto1_500_large

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Invente !

Tumblr_m6n3p9x5oh1qblq4no1_400_large

Iai, vai encarar ?

J0gzmf_large

Esses sim são amigos verdeiros !

Ela era forte, e sabia. Por isso andava sorrindo por aí, ignorando todas as suas dores.

Não preciso de palavras...

E o amor ?

... Você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúme, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. Acho que o amor não é o caminho mais fácil, pois mais fácil seria dizer a-gente-não-se-entende-a-gente-não-combina-tchau-tchau. O amor é uma tentativa eterna. E se você topar entrar nessa saiba que o amor encontrou você. Seja gentil, convide-o para entrar.