Follow by Email

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O amor :P

“— Lucas da Silva, vem aqui.
— Não tenho da Silva no nome, Babi.
Ela ri. — Eu sei, mas vem aqui do mesmo jeito.
— O que quer?
— Tô doente, amor.
— E o quê devo fazer, não sou médico. — Ele ri.
— Sério, tô doente.
— Então se arruma.
— Pra quê?
— Pet Shop só tem vaga daqui a pouco. — Ele a encara rindo.
— Cala a boca, idiota. — Ela ri.
Ele liga a televisão enquanto ela vai pegar um cobertor.
— Chega pro lado.
Ela deita junto á ele no sofá. Ele a segura, a esquenta e enrosca seu pé junto ao dela.
— Melhorou?
— Um pouquinho, tá faltando uma sopa.
— Entendi.
— Lucas, era para você se oferecer pra fazer.
— Eu? — Ele finge uma risada. — Tenho cara de cozinheiro?
— Para de ser babaca, faz amor. Só hoje.
Ele levanta irritado. — Olha só, eu vou fazer e se ficar ruim você vai comer tudo, tá me ouvindo? Tudo, sem reclamar e vai dizer que tá bom. Entendeu?
— Eu não, se tiver ruim você vai fazer outra, simples.
— Simples? Bárbara, vai lavar uma louça.
— Tô doente, não posso fazer nada.
— Tá doente e ainda continua chata, como pode?
— Lucas, vai logo.
Ele vai até a cozinha, se passa cinco minutos e ela se levanta do sofá e vai em direção á cozinha. Ela o encontra sentado no chão, lendo um rótulo de macarrão em que se ensinava fazer sopa. Ela começa a rir.
— Tá rindo do quê?
— Nada, amor. É só engraçado te ver sentado ai.
— Culpa sua, idiota.
— Minha?
— Claro, além de eu sair da minha casa pra cuidar de você, tu ainda me faz de empregado.
— Ai, coitadinho do meu Luc.
— Não vem com Luc não, porque tô irritado.
Ela começa a rir. Se encosta na porta e devagar se abaixa até sentar ao lado dele.
E sussurrando ela diz. — Quer ajuda?
Ele a olha. — Ajuda sua? Sempre.
Ela sorri. — Então deixa eu te avisar que esse macarrão ai, é feito para fazer lasanha e não sopa.
Ele começa a rir. — Ah velho, leva em consideração que tô fazendo pra você.
Ela continua a rir.
— Babi.
— Oi amor.
— Serve miojo? ”
— Tua-Idiota. — Vai para a cozinha amor, prepara sopa, tô doente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário