Follow by Email

terça-feira, 28 de agosto de 2012


 Me faço de durona, meus sentimentos eu os escondo em sete chavez( a espera de alguém que saiba destrancar e saiba valorizar),amo futebol..a drenalina entre o jogador e a bola,me amarro...Amo desenho,principalmente os de Japonês... suas histórias me encantam,transmite uma mensagem de vida impactante. Filmes? Não os vejo só como simples imagens a transmitir, pra mim tudo se tem uma moral, te ensina algo. Quando criança, Barbie,boneca ..kkk' isso estava bem longe do meu verdadeiro eu, meu eu, era bolinha de gude, correr descalço com o chinelos na mão e com o pé todo preto. Fui criada com 4 meninos.. onde a pohada estancava bonito. É.. a saudade batendo.Resumindo,um muleque. Porém esse muleque quer alguém pra andar junto com ela, pra dividir e dá a caixa de seu coração pra ele. Eu não sei se sou eu o problema, por eu ser tão fria e gossa, mas isso é apenas proteção... já vi tantas pessoas se machucando com esse tal de amor, que tenho o medo que aconteça o mesmo comigo. Ilusão só tem que acontecer em sonhos e não na vida real e mexendo com sentimentos verdadeiros. Isso é o que mais me impressiona e me assusta, fazendo com que eu prenda meus sentimentos...
  Mas até lá ele fica quardado, quem sabe não apareça a pessoa que tenha a chave e o abra. Uma caixinha de surpresa ! ; )
 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Deve ser alguma tendência ao masoquismo, sei lá. Eu tenho uma mania de observar todo mundo, desde o olhar até a forma como a boca se mexe, as mãos, o jeito de caminhar, cumprimentar. Enfim, detalhes. Sempre me prendi a eles e deixava a minha cabeça viajante demais vagar por aquelas observações adquiridas nos meus golpes de olhar, discretos ou não.

Ocupada em olhar, mal falava. Engraçado é o fato de que eu não ficava me questionando exatamente sobre o que fazia aquela pessoa sorrir, qual era a felicidade dela, se ela tinha pessoas que amava ou não, se ela se aceitava ou não. Eu sempre busquei os vestígios de tristeza, medo, cansaço, traumas. A parte escura, confesso. O que tira o sonos delas? O que as faz recuar? O que as ameaça? Quais palavras elas temem escutar e quais despedidas elas querem esquecer? Qual o trauma que fortaleceu aquele sorriso? Qual foi o amor ou amigo que não foi tudo isso? Quantos sonhos o mundo passou por cima? Afinal, qual é o ponto fraco daquela criatura?

A maioria das pessoas é muito mais interessante quando se descobre o fio da meada de alguma história escondida. Entendiantes são os felizes 24h por dia, e me perdoem, mas não chegam a atiçar minha curiosidade
.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Robin, caras como eu não sentem medo de nada.” “Stubb, você é um péssimo mentiroso.” Respirei fundo, contei até três. “Você morre de medo das coisas que você sente, e você morre de medo das coisas que não sente também. Você esconde quando tá magoado porque nunca quer que eu note essas coisas sobre você, sobre seu ponto fraco. Você sempre se faz de pedra, porque morre de medo que eu entre na sua vida de novo. Você tem medo quando as coisas estão fora do seu controle, você tem medo de preencher os seus vazios. Você tem medo de sentir demais, e acaba sempre desistindo.” “Quer dizer que eu sou covarde?” “Quero dizer que você é medroso. Que você vive sobre uma instabilidade. E isso me assusta. Você é totalmente meio termo, Stubb. E você acha bom ser assim. Você acha bom ser assim porque nunca tentou.” “Por que tentaria? Não vale a pena, Robin. Não vale a pena o esforço.” Conte até três, Robin. Seja forte. Ele é um idiota, lembre-se disso. “Você está certo. Não vale a pena você se tornar um não meio termo. Você é medroso demais. Tem medo até do que é maior do que você, você tem medo do que não pode controlar.” “Por isso tenho medo de você.” “De mim?” “Tenho medo do que sinto por você. Porque sei que não posso controlar. Isso é uma droga, você sabe que é. E sabe por que você sabe? Porque você tem tanto medo quanto eu. Medrosa.” Silêncio. Perdi a guerra.

Se eu me apaixonar por você, você promete ser verdadeiro e me ajudar a entender? Pois eu já amei antes e eu acho que amor é mais do que apenas segurar mãos...

Sabe o que é legal? Quando você surpreende aqueles que disseram que você não ia conseguir.

Falas de um Homem.

Black-and-white-boy-estilo-garotos-guitar-man-favim.com-70073_large

   “Ao ver uma mulher chorando por ter se decepcionado no amor é algo comum para as pessoas, aí quando vêem um homem fazendo o mesmo as pessoas já dizem que homem não chora e tudo mais… Mais é claro que chora, sofre, sente, só não demonstramos tanto quanto as mulheres. O amor é igual para todos, basta acharmos realmente alguém que faça valer a pena e assim, tentarmos… simplesmente tentar, o amor é feito de inúmeras tentativas frustradas e tropeços seguidos, o amor é feito da última lágrima de culpa causada pelo ex amor, até um tímido e amarelo sorriso que um novo amor nos trás!!!Nós homens temos em nosso DNA o que trouxemos de herança dos homens das cavernas, que é aquela coisa rústica e grossa, e quem manda sou eu, mais como já dizia a minha mãe: “não se trata de um querer mandar mais que o outro, e sim ter paciência e compreensão com o parceiro”, os homens também sofrem de amor mulheres, não tanto quanto vocês é claro, existe ainda aquela coisa do “homem das cavernas” com a qual eu mencionei anteriormente, por isso muitos deles nunca irá chorar na frente de nenhuma de vocês, muitos deles nunca irá pedir perdão por algo que eles se julgavam certos.
Eu no caso, amo de VERDADE todas as mulheres, vocês são a razão do meu viver.., eu digo que amo quando amo de verdade, e também quando não amo, eu admiro cada mulher que passou na minha vida, pois eu pude aprender um pouco com cada uma delas, da mais tranquila a mais maluca, da mais tímida a mais depravada, da mais certinha a mais errada, daquela que se julgava mais esperta do que eu e hoje ainda pede perdão, até aquela que ainda hoje se eu encontro na rua fico sem graça sem saber o que falar e ela nem aí para mim… rs
Mais o que eu fico indignado são essas garotinhas de 12/13 anos dizendo que amam e que a noite promete, outras com maior idade, ficam o dia todo na internet colocando citações e frases plagiadas do Google e acham que por lerem tais coisas sabem alguma coisa do amor.. Nem um casal de velhinhos que completam bodas de ouro talvez não saibam tudo sobre o amor, imagina vocês?! E eu muito menos, isso são apenas palavras nas quais eu acredito e tenho vivido ou visto, baseado em fatos reais!!
A questão é: Porque mentir para si mesmo? Porque fingir-se de forte e quando está sozinha chora e não entende o porque daquilo? Porque deixar de acreditar no seu coração e escutar coisas que as suas “amigas” encalhadas ou os seus amigos tarados tem a lhe dizer?
Ainda existe homem que manda flores; diz eu te amo sem hora marcada; lhe dá um beijo de repente quando você está no meio das suas amigas; ainda existe aquele cara que manda uma msg no meio da noite, mesmo sabendo que você ta dormindo, mais o objetivo dele é que você acorde e leia aquela mensagem e logo em seguida abra um sorriso que irá se alastrar por todo o dia; ainda existe homem que numa discussão fica quieto e não fala nada, e logo depois quando as coisas se acalmam ele vem e te ajuda com tudo aquilo que você precisava; ainda existe o homem que ao deitar na cama com você para dormir, simplesmente espera você adormecer fazendo carinho na sua cabeça, e quando você acorda ele continua lá do mesmo jeito, como se tivesse a protegendo de tudo e lhe dá um bom dia e um beijo… Ainda existe homem de tudo que é jeito, amoroso e rancoroso, bacana e babaca, fiél e infiél…
Basta saber procurar direito e sem medo de errar, porque ninguém acerta de primeira, mas também ninguém é feliz sem ao menos se arriscar!!!


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

O tempo pode ser resumido em três partes, como qualquer coisa na vida: começo, meio e fim. Existe tempo de começar, tempo de se viver o que começou e tempo de finalizar. É difícil nos acostumar com tal idéia, já que em tudo que fazemos, desejamos eternidade. Mas pare, pense e reflita, quando se sabe que há um fim, mais vontade temos de intensificar o momento. Tudo tem fim na vida, como se diz o clichê, tudo morre. Mas vivo na esperança, que levo como correto, em que tudo que morre, pode renascer, mesmo que seja em outro corpo. Se uma flor morre, ela semeia e aduba a terra, dando chance para que novas flores cresçam; se um animal morre, ele serve de alimento para outros animais; se uma pessoa morre, ela deixa guardado em cada um seus exemplos, e principalmente, a sua importância; e assim iremos, com milhares de exemplos, mas em um, eu vejo uma importância maior, uma variação maior na idéia central. O amor. Em minha concepção o amor que você sente por alguém, morre todo dia, mas, o amor, como a fênix, ele se renova, renasce. Acho que ninguém ama pra sempre, e o mais próximo do pra sempre é o amanhã, mas, todo amor nasce e morre com uma facilidade enorme, por isso, tome cuidado! Se você ama alguém hoje, dê razão para que esse amor exista amanhã, dê valor a cada sorriso, cada olhar, dê atenção, não deixe pra depois, no amor, o que importa é o agora, um erro pode ser fatal. Não deixe que este erro exista, e se existir, não perca tempo em tentar desfazê-lo. Um relacionamento pode durar um dia, uma semana, um mês, um ano ou até a eternidade, depende da sua disponibilidade de fazê-lo renascer a todo tempo, depende de quão grande você quer que tal sentimento seja. Alias, na sua vida, tudo depende de você.
Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto… plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!
Sabe esse lance de “cair e levantar”? Ultimamente vivo baseado nisso. Um dia lá em baixo, noutro lá em cima. Caindo e levantando. Errando e aprendendo. Passei a acreditar mais em mim, descobri que eu tenho capacidade, e que ninguém vai correr atrás dos meus sonhos. Acordei pra vida, cansei de ser aquela pessoa ingênua que confiava em todos, acreditava em tudo que diziam. Agora só quero seguir meu rumo, e trilhar meu destino, sem interdições, sem falhas.
   Acho que de uns tempos pra cá o inverno realmente tomou conta do meu coração,apesar, de estar tão quente ao meu redor, dentro de mim tudo congelou.

cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais.